Portal do Governo Brasileiro

OK

17/10/2012
Portalzinho da Criança Cidadã ganha nova versão nesta quarta-feira (17)

O Portalzinho da Criança Cidadã (www.cgu.gov.br/portalzinho), criado e mantido pela Controladoria-Geral da União (CGU), está de cara nova a partir desta quarta-feira (17). Novos personagens, novas histórias em quadrinhos e novos jogos, tudo para torná-lo ainda mais atraente e educativo. Desde que foi criado, em 2008, a fim de contribuir para o aprendizado de temas como ética e cidadania por crianças de seis a doze anos de idade, o portal infantil da CGU recebeu mais de 345 mil visitas.

A reformulação do projeto pedagógico do portalzinho foi conduzida por profissionais e empresas especializadas, contratadas pela CGU em parceria com o Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC). O objetivo da nova turminha de personagens é facilitar a identificação por parte das crianças. Em uma das historinhas, por exemplo, eles descobrem o papel dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, e como cada um deve cuidar da qualidade de vida da população. Já, em um dos jogos, a criança aprende que tem o direito de fiscalizar a qualidade da merenda escolar.

O Portalzinho da Criança Cidadã também procura auxiliar os professores quando tratarem desses assuntos na sala de aula. Além das histórias em quadrinhos e dos jogos, há um glossário e um espaço específico para o professor.

Peça de teatro sobre a LAI marca lançamento do novo portalzinho

Para marcar o lançamento da nova versão do Portalzinho da Criança Cidadã, a CGU firmou parceria com o Serviço Social da Indústria (Sesi) do Distrito Federal para a apresentação, nesta quarta-feira (17), de uma peça infantil de teatro sobre a Lei de Acesso à Informação (LAI). Serão duas apresentações na sede do Sesi em Taguatinga (QNF 24 Área Especial), uma à tarde para alunos do ensino fundamental, e outra à noite para a comunidade em geral.

As crianças que forem ao espetáculo encontrarão vários computadores na entrada do teatro para acessar o novo portal infantil da CGU. A entrada é gratuita.

Assessoria de Comunicação Social
Controladoria-Geral da União

voltar para o menu acessível