Portal do Governo Brasileiro

Portal da Transparência - Governo Federal - http://www.portaltransparencia.gov.br

OK

EMPRESA OU PESSOA CONSULTADA - CEIS

Imprimir Imprimir
Tipo de Pessoa:
Jurídica
CNPJ:
04.125.082/0001-51
Razão Social - Cadastro Receita:
PRIMEIRA OPCAO LOCACAO TRANSPORTE E TURISMO LTDA
Nome Fantasia - Cadastro Receita:
Informação não disponível
Quantidade de registros encontrados: 1
Data da consulta: 24/06/2018
Hora da consulta: 21:02:16
Última atualização do Sistema:
Data da atualização: 24/06/2018
Hora da atualização: 20:10:37
Detalhamento da Sanção Aplicada
Nome da empresa informado pelo Órgão sancionador: PRIMEIRA OPÇÃO TURISMO LTDA. - ME
Tipo da sanção: Inidoneidade - Lei da ANTT e ANTAQ
Fundamentação legal: Art. 78, Lei 10233/2001
Descrição da fundamentação legal: Art. 78-A: A infração a esta Lei e o descumprimento dos deveres estabelecidos no contrato de concessão, no termo de permissão e na autorização sujeitará o responsável às seguintes sanções, aplicáveis pela ANTT e pela ANTAQ, sem prejuízo das de natureza civil e penal: V - declaração de inidoneidade
Data de início da sanção: 16/01/2018
Data de fim da sanção 16/01/2021
Data de publicação sanção: 16/01/2018
Publicação Diário Oficial da União Seção 1 Pagina 72 Detalhamento do meio de publicação:
Data do trânsito em julgado: **
Número do processo: 50500.066087/2009-61
Abrangência definida em decisão judicial: Na Esfera e no Poder do órgão sancionador
Órgão sancionador: AGÊNCIA NACIONAL DE TRANSPORTES TERRESTRES
Complemento do órgão sancionador:
UF do órgão sancionador: DF
Origem da informação: AGÊNCIA NACIONAL DE TRANSPORTES TERRESTRES Endereço: .
Contatos da origem da informação: . ceis@cgu.gov.br
Data da informação: 16/01/2018
** Informação não disponível, favor verificar junto ao órgão sancionador
Downloads Clique aqui para baixar dados do portal
Recomenda-se visualizar em resolução 1024x768

ATENÇÃO
Este cadastro visa dar publicidade às sanções administrativas aplicadas contra licitantes e fornecedores. As informações aqui veiculadas são de inteira responsabilidade das entidades que as prestaram, não podendo a União ser responsabilizada pela veracidade e/ou autenticidade de tais informações nem pelos eventuais danos diretos ou indiretos que delas resultem causados a terceiros.